Craque do Amanhã: Deporte, escuela y familia

Fábio Antonio Muller Mariano, Luiz Sérgio Pereira da Silva Filho

Resumen


Este artículo tiene como finalidad presentar un estudio de caso sobre el proyecto “Craque do Amanhã”, implementado por el Centro de Estudios Integrados y Programas de Desarrollo Sostenible (cieds, por sus siglas en portugés), organización no gubernamental brasileña, que desarrolló la metodología basada en la articulación de acciones entre el deporte la escuela y las familias. El artículo tiene como objetivo comprender las conexiones entre programas educativos deportivos y el desarrollo integral de niños y adolescentes, así como identificar qué otros resultados se logran a través de proyectos sociodeportivos. La investigación tuvo finalidad exploratoria basada en datos cualitativos y señaló varias pistas que confirman la hipótesis de que el deporte educativo contribuye al desarrollo integral de niños y adolescentes; sin embargo, se he observado la necesidad imperativa de articulación con las políticas públicas de asistencia, educación y salud. Los principales efectos del proyecto fueron: comportamiento de los participantes, mejora del rendimiento escolar, relaciones de familia, liderazgo juvenil, desarrollo de las familias y del propio territorio.


Palabras clave


desarrollo integral; deporte educacional; educación integral y territorio

Texto completo:

PDF (English)

Referencias


Barbieri, C.A.S. (2001), Esporte Educacional: Uma Possibilidade de Restauração do Humano no Homem, Canoas, Ulbra.

Betti, M. and A. Janela de Vidro (1998), Esporte, Televisão e Educação Física, 2nd ed., Campinas, Papyrus. Brasil (1988), Constituição Federal.

______ (1990), Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Federal 8069, July 13.

Brohm, J.M. (1982), Sociología Política del Deporte, Mexico, Fondo de Cultura Económica.

Bronfenbrenner, U. (1989). Ecological System Theory. Annals of Child Development, 6, 187-249.

Bronfenbrenner, U. and P.A. Morris (1998), “The Ecology of Developmental Processes”, in W. Damon and R.M. Lerner (org.), Handbook of Child Psychology, vol. 1 “Theoretical models of human development”, New York, John Wiley.

Cedeca (2014), Infância Entra Em Campo: Riscos e Oportunidades para Crianças e Adolescentes no Futebol, Salvador.

cieds (2012), Projeto Técnico – Craque do Amanhã, Rio de Janeiro.

______ (2012-2014), Relatórios Narrativos-Craque do Amanhã, Rio de Janeiro.

______ (2013), Cartilha de Capacitação-Craque do Amanhã, Rio de Janeiro.

______ (2013a), Diagnóstico Participativo do Arsenal e Entorno -Craque do Amanhã, Rio de Janeiro.

Ferreira, N.T. (2002), “Qualidade de Vida, Meio Ambiente e Esporte: Focos de Complexidade”, in W.W. Moreira and R. Simões (org.), Esporte como Fator de Qualidade de Vida, Piracicaba, Editora da unimep.

Freire, J.B. and J.A. Scaglia (2003), Educação como Prática Corporal, São Paulo, Scipione.

Gil, A.C. (1991), Métodos e Técnicas de Pesquisa Social, 3rd ed., São Paulo, Atlas.

______ (2007), Como Elaborar Projetos de Pesquisa, 4th ed., São Paulo, Atlas.

Gonçalves, A.S. (2006), “Reflexões sobre Educação Integral e Escola de Tempo Integral”, Cadernos Cenpec, 2, São Paulo.

Guará, I.M. (2009), “Educação e Desenvolvimento Integral: Articulando Saberes na Escola e Além da Escola”, Aberto, Brasília, 22(80), pp. 65-81.

Guedes, S.L., J.D.D. Novaes and R. Brandão (2006), “Projetos Sociais Esportivos e as Novas Trajetórias Dos Atletas Profissionais”, in anpocs - Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, 30, Caxambú.

Encontro Anual da anpocs. Congresso anpocs, Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (2009), Pesquisa de Informações Básicas sobre os Municípios de 2009.

Kaloustian, S.M. (ed.) (2011), Família Brasileira a Base de Tudo, 10th ed., São Paulo, Cortez, Brasília, DF, Unicef.

Kreppner, K. (1992), “Developing in a Developing Context: Rethinking the Family’s Role for Child Development”, in L.T. Winegar and J. Valsiner (eds.), Children’s Development within Social Context, Hillsdale, Lawrence Elbaum Associates, pp. 161-179.

Kunz, E. (2006), Transformação Didático-Pedagógica do Esporte, Ijuí, Unijuí.

Lakatos, E.M. and M.A. Marcone (2001), Fundamentos de Metodologia Científica, 4th ed., São Paulo, Atlas. Leontiev, O. (1978), Desenvolvimento do Psiquismo, Lisboa, Horizonte Universitário.

Mahoney, A.A. (2002), “Contribuições de H. Wallon Para a Reflexão sobre as Questões Educacionais”, in S. Placco (ed.), Psicologia & Educação: Revendo Contribuições, São Paulo, Educ., pp. 9-32.

Martins, D.F., R.L.V.G. Castro, R. Rezer and V. Shigunov (2002), “O Esporte Como Papel de Uma Reunião Social”, Revista Eletrônica de Ciências da Educação, 1(1), available at: http://189.16.45.2/ojs/index.php/reped/article/view/482 [Accessed on June 22, 2014].

Mendonca, M.H.M. (2002), “O Desafio da Política de Atendimento à Infância e à Adolescência na Construção de Políticas Públicas Equitativas”, Cadernos Saúde Pública,18, supl., pp. S113-S120.

Rego, T.C. (2003), Memórias de Escola: Cultura Escolar e Constituição de Singularidades, Petrópolis, Vozes.

Rizzini, I. et al. (1999), “Políticas Sociais em Transformação: Crianças e Adolescentes na Era dos Direitos”, Educar em Revista, 15.

Scaglia, J.A. (1996), “Escolinha de Futebol: Uma Questão Pedagógica”, Motriz, 2(1), pp. 36-46.

______ (2003), O Futebol e os Jogos/Brincadeiras de Bola com os Pés: Todos Semelhantes, Todos Diferentes, Campinas, Universidade Estadual de Campinas.

Tubino, M.J.G. (2006), O Que é o Esporte, São Paulo, Brasiliense.

unesco (1978), Carta Internacional de Educação Física e Esporte, Paris.

_____ (1993), Report by the Director-General on the Work of the International Congress on Population Education and Development, Paris. unesco and Fundação Vale (2013), O Esporte Como Possibilidade de Desenvolvimento, Brasília, unesco/Fundação Vale, Cadernos de Referência de Esporte, 7.

Unicef (2011), O Direito de Ser Adolescente: Oportunidade Para Reduzir Vulnerabilidades e Superar Desigualdades, Brasília.

______ (2011a), Guia de Orientações Para os Municípios do Semiárido, Brasília. available at: http://www.unicef.org/brazil/pt/br_esporte_guia_sab.pdf [Accessed on June 22, 2014].

Vaz, A.F. and D. Torri (2005), “Teoria Crítica do Esporte: Apontamentos”, Revista Virtual EFArtigos, 3 (15), available at: http://efartigos.atspace.org/esportes/artigo59.html [Accessed on June 22, 2014].

Yin, Robert K. (1990), Case Study Research: Design and Methods, Newbury Park, Sage.

______ (2001), Estudo de Caso: Planejamento e Métodos, Trad. de Daniel Grassi, Porto Alegre, Bookman.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


 

       Gestión y Política Pública

www.gestionypoliticapublica.cide.edu